Recordando

 

 


Diz um ditado popular que não devemos voltar ao lugar onde fomos felizes. Espera-nos a decepção. O mesmo se diga das  pessoas, quando as reencontramos são outras tal como nós: o tempo muda tudo; ruas, paisagens, gerações, hábitos sociais, etc.

Apesar de saber que é assim, de ter plena consciência disto, persigo a quimera de reencontrar -te Foste o meu primeiro amor, tardio, e guardo de ti uma imagem especial.

 Raramente duas pessoas recordam o mesmo acontecimento da mesma maneira, com os mesmos detalhes, as mesmas emoções, a mesma saudade: é o que me espera desse reencontro caso, pouco provável, aconteça. Tu podes ter uma recordação pouco agradável de mim e tem razões para isso.

Os sentimentos dominam-nos, transcende-nos e quando tomamos consciência disso, quando a razão fala com o coração, já está tudo consumado, para o bem ou para o mal.


tags: ,
publicado por pimentaeouro às 22:48