Partida de xadrez

 

 

Por acordo entre os dois jogadores uma partida de xadrez pode ser adiada, mas o normal é começar e acabar o jogo com a derrota de um deles ou um empate.

A minha partida com Ela já esteve perdida por duas vezes e por duas vezes não quis dar-me xeque-mate. Porque motivos não o fez ainda hoje não sei: simplesmente não lhe deve ter apetecido, não tem pressa de ganhar.

 Agora suspendemos a partida, por gentileza d’Ela. Estamos num final de peões. Rainhas, torres, bispos, cavalos e vários peões, de ambos os lados, já estão fora de jogo. O relógio que marca, alternadamente, o tempo gasto por cada jogador, diz-me que falta pouco tempo para a partida terminar.

Joga sempre com as pretas (uma vantagem que dá a todos os adversários) e nunca ninguém lhe ganhou, nem jamais, poderá ganhar. É uma vencedora absoluta e é uma lei da vida, perder com Ela.

O que me resta neste final de peões? Jogar o melhor que sei e posso… e abandonar o jogo antes d’Ela dar o xeque-mate.

 

tags: , ,
publicado por pimentaeouro às 11:44