Despedida

  

Adeus querida, contra a minha vontade não poderei voltar a ver-te e tinha tanto para te contar. Também não poderás receber o meu «testamento sentimental» que gostava que lesses.

Se,  (a vida não é feita de ses), se… não tivesse ocorrido aquela triste contingência teria casado, contigo, teríamos tido  filhos e teria ficado a viver em Torres Novas. O teu amor poderia ter serenado a minha intranquilidade e errância.

Esta história de vida não aconteceu, nunca  foi escrita e eu continuei errante.

Um Deus perverso não permitiu que continuasse a amar-te e também não quer que te veja, todavia, o nosso amor perdurará na minha memória com uma grande saudade até ao último dos meus dias.

tags: , ,
publicado por pimentaeouro às 12:06