Dignidade

 

Todos temos direito a uma vida digna e a uma morte digna também. Infelizmente, não é isso que acontece à nossa volta.

Miséria, sofrimento, vidas sem sentido, vazias, redeiam-nos e continuamos a fingir que não existem. Agonias prolongadas, sofridas, paroxismos de dor ou perda da consciência, dependência completa, fechamos os olhos e os ouvidos, afastamo-nos silenciosamente, cobardemente.

Queremos mar calmo, sereno, sem tempestadas, mas elas caiem-nos e cima quando menos esperamos.

publicado por pimentaeouro às 13:34